Acerte o foco depois do clique

12 de setembro de 2012

O foco pode ser um dos grandes dramas de quem vai fotografar. Mesmo quem domina a técnica pode errar a mão na pressa por captar o momento certo. Mas ao contrário de outros ajustes como cor e contraste, corrigir o foco após o clique quase nunca é possível.

 

Lançada em janeiro, na feira CES, a Lytro permite fazer o foco depois do clique

Lançada em janeiro, na feira CES, a Lytro permite fazer o foco depois do clique

 

Por isso, a chegada da Lytro Camera no mercado foi tão comemorada, especialmente por amadores. Apresentada em janeiro no CES, maior feira de tecnologia do mundo, o produto promete dar ainda mais autonomia aos fotógrafos. A câmera captura cada ponto de luz em todos os planos, garantindo fotos mais coloridas. A grande sacada, no entanto, fica por conta da ferramenta que permite fazer o foco da imagem depois do clique. O feito é possível justamente pela alta captura de quantidade de luz e detalhes.

 

A tecnologia da Lytro permite brincar com a fotografia, mas não é a única que auxilia no cuidado com o foco. A coordenadora do curso superior de Tecnologia em Fotografia da Universidade Anhembi Morumbi, Lucy Figueiredo lembra que, na hora de comprar uma câmera, o estabilizador de imagem é item importante. O mecanismo trata de compensar movimentos para preservar o foco em uma mesma posição e evitar borradas nas imagens. É possível encontrá-lo em diversos modelos, como a Nikon D5000 e a Sony SLT-A35K.

 

Mais cuidados

Entre outras dicas para garantir a qualidade da foto, Lucy alerta para o cuidado com a velocidade de obturação – que deve ser alta para evitar fotos tremidas (a não ser que seja um efeito intencional). Caso seja necessário utilizar uma velocidade mais baixa (em ambientes com pouca luz, por exemplo), o ideal é utilizar um tripé. O suporte impede que a câmera se mova enquanto a imagem é capturada. Outros aspectos estão relacionados à qualidade da imagem. Para captar mais luz, o fotógrafo pode selecionar um ISO mais alto na câmera, mas deve estar ciente de que a imagem ficará mais granulada. Ou ainda abrir o diafragma, o que significa selecionar um número menor possível, opção que permite selecionar onde será feito o foco.

 

Se depois de tirar a fotografia persistir o problema de foco, é possível recorrer aos softwares de edição de imagem. A professora indica dois programas que podem auxiliar quem busca salvar suas fotos: o Photoshop e o Lightroom. “O procedimento de correção de foco nesses softwares está na ferramenta de filtros, como Filter noise (filtrar ruído), Reduce noise (reduzir ruído), Reduce color noise (reduzir ruído de cor), Strength (força) e Preserve details (preservar detalhes)”, ensina.

Twitter
Fotos
  •