Doze empresas querem produzir tablets no Brasil

24 de maio de 2011

Doze empresas querem produzir tablets no Brasil

O ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, afirmou nesta segunda-feira (23) que 12 empresas manifestaram, até agora, interesse em produzir tablets no Brasil.

Além da Foxconn, responsável pela montagem do iPad, da Apple, as outras 11 empresas são, conforme o ministro, Positivo, Envision, Motorola, Samsung, LG, Itautec, Sanmina, Compalead, Semp Toshiba, AIOX e MXT.

O G1 entrou em contato com representantes das  empresas citadas por Mercadante. A Foxconn e a Envision disseram que não emitiriam comentários.

A Sanmina, a Compalead, a Itautec, a LG e a Semp Toshiba não responderam a solicitação feita pelo G1.

A Positivo Informática informou, por meio da assessoria de imprensa, que vem pesquisando esse mercado e que deve lançar seu tablet ainda no segundo semestre deste ano.

A Samsung afirmou que a empresa já fabrica, desde 2010, um tablet no Brasil. Trata-se do Galaxy Tab de 7 polegadas.

A Motorola também afirmou que fabrica no Brasil o tablet Xoom, desde o lançamento do produto no país, em abril de 2011.A empresa disse que deve revisar a estratégia de preços do produto após a aprovação dos benefícios.

O diretor da AIOX, Jacson Paraná de Oliveira, afirmou que a empresa estava esperando os incentivos para investir em projetos com tablets. Segundo ele, os primeiros modelos da fabricante de Caçador (SC), com Android e Windows 7, chegam ao mercado até julho.

A MXT informou que, mesmo antes da divulgação os incentivos, já investia em pesquisa e desenvolvimento para passar a fabricar tablets no país.

Twitter
Fotos
  •