:-) Primeiro emoticon completa 30 anos

25 de setembro de 2012
Scott Fahlman mostra sua criação no computador de sua casa em 2007: emoticon completa 30 anos hoje (Foto: Gene J. Puskar/AP)

Scott Fahlman mostra sua criação no computador de sua casa em 2007: emoticon completa 30 anos hoje
Foto: Gene J. Puskar/AP

 

Os símbolos que mudaram para sempre a comunicação no ambiente virtual celebram uma marca importante nesta quarta-feira, quando o emoticon completa 30 anos de existência. Essa expressão risonha, hoje tão naturalmente interpretada, foi difundida na internet em 1982 – e, desde então, evoluiu tanto que é difícil encontrar na web um texto informal que não contenha essa ou uma de suas muitas variantes destinadas a demonstrar emoções.

 

A primeira utilização documentada de uma das formas de emoticon mais difundidas atualmente (uma representação pictográfica de determinada expressão facial feita com o uso de sinais gráficos de pontuação e/ou letras do alfabeto… ou, simplesmente, :-)) foi proposta às 11h44 de 19 de setembro de 1982 em Pittsburgh, nos Estados Unidos, quando o professor Scott Fahlman a sugeriu em um fórum de discussões da Universidade Carnegie Mellon.

 

“Proponho a seguinte sequência de caracteres para identificar as piadas: :-). Leia de lado. Na verdade, é provavelmente mais econômico marcas as coisas que NÃO são piadas, dadas as tendências atuais. Para isso, usem :-(“, escreveu Fahlman aos seus colegas e alunos. Dentro de alguns meses, se espalhou pela ARPANET e a Usenet. Uma infinidade de variantes foi sugerida desde então.

 

Ajudar a identificar piadas e ironias é ainda hoje uma das principais aplicações dos emoticons. Fora das limitações do ambiente virtual da época, se utiliza muito mais do que palavras para expressar sentimentos: linguagem corporal, contato visual, tom de voz e muitas outras características contribuem para dar significados que excedem a barreira das palavras. Enquanto isso, há três décadas, tudo o que era digitado ficava muito semelhante, e alternativas como pontos de exclamação extras, MAIÚSCULAS e “smilies” surgiram para ajudar a reproduzir o humor, a intenção das pessoas.

 

Assim, as emoções humanas começaram a ser codificadas eletronicamente, desde as expressões mais básicas (como alegria e tristeza) até ações completas, como “abraçar” ou “buscar um café” – tudo através do pressionar de algumas teclas. Expandidas desde sua concepção original, variantes modernas do emoticon aparecem agora representadas, em geral, por gráficos computadorizados – em uma evolução do smiley original. Contrariando a ampla utilização dessas carinhas no ambiente virtual, Fahlman diz que odeia os ícones amarelos que os emoticons se tornaram nas últimas décadas.

 

Fonte: Terra

Twitter
Fotos
  •